Como uma humilde agência brasileira irá dominar o mundo?

E qual será o papel das fontes serifadas no contexto socioeconômico em que nos encontraremos?

Primeiro teremos a SpaceX, depois os monges do himalaia, e então Joe Biden.